A Ouvidoria Judiciária do Estado do Tocantins, órgão do Tribunal de Justiça, tem por missão servir de canal de comunicação direta entra o cidadão e os órgãos que integram o Poder Judiciário do Estado do Tocantins, com vistas a orientar, transmitir informações e colaborar no aprimoramento das atividades desenvolvidas, no intuito de promover o eficaz atendimento das demandas acerca dos serviços prestados pelos órgãos do poder Judiciário.

A Ouvidoria Judiciária do Poder Judiciária do Estado do Tocantins foi criada por meio da Resolução 13/2006, de 18 de Julho de 2006.
Importa destacar ainda que, no ano de 2015, na gestão da Desembargadora Ângela Prudente, a Ouvidoria Judiciária passou por uma revitalização. Em 2 de Julho de 2015, foi publicada no Diário da Justiça nº 360 a Resolução nº 15/2015 do Tribunal de Justiça, que dispõe sobre as atribuições da Ouvidoria Judiciária, revogando a Resolução 013/2006.

Denota-se que, na Resolução 013/2006, assim aduz:

Art. 3º A Ouvidoria Judiciária terá a seguinte composição:
I - 01 (um) Desembargador; e,
II - 02 (dois) Analistas Judiciários.

Com o Advento da Resolução 015/2015, prevê a seguinte estrutura funcional:

Art. 5º A Ouvidoria Judiciária terá estrutura administrativa permanente e adequada ao cumprimento de sua finalidade, com a seguinte composição:

I - 1 (um) Ouvidor Desembargador;
II - 1 (um) Ouvidor Substituto - Desembargador;
III - 1 (um) Coordenador;
IV - 1 (um) Assessor Jurídico;
V - 3 (três) Servidores do Tribunal de Justiça;

Observa-se que a Ouvidoria Judiciária, ao passar por uma reestruturação, em consonância com o § 2º do art. 9º da Resolução nº 103 de 2010 do Conselho

Nacional de Justiça – CNJ, que determina aos Tribunais de Justiça que já tenham instituído suas Ouvidorias, a devida adequação de seus atos aos parâmetros fixados na referida Resolução, no exercício de 2015.

Destaca-se que o respectivo Projeto de Reestruturação teve como objetivo a reestruturação física e humana e tecnológica da Ouvidoria Judiciária do Poder Judiciário do Estado do Tocantins, com intuito de otimizar o acesso dos cidadãos às informações institucionais e de interesse público, por meio de respostas das diversas unidades Judiciárias a atender a satisfação dos usuários.

Cumpre registrar ainda a melhoria no espaço físico da Ouvidoria Judiciaria, o atendimento pessoal em novas instalações com quantitativo maior de funcionários para o atendimento aos usuários.

Por oportuno, ressaltam-se os projetos da Ouvidoria Judiciária, dentre os quais merecem serem mencionados:
Instalação e inauguração de pontos de Comunicação nas 42 Comarcas do Estado do Tocantins, incluindo Varas descentralizadas, bem como no Tribunal de Justiça e seus anexos.

Curso de Capacitação e formação da Equipe Técnica da Ouvidoria Judiciária nas 42 Comarcas do Estado do Tocantins.

Ouvidoria Judiciária vai à Escola, no exercício de 2015, realizado em parceria com a Secretaria Estadual da Educação do Estado do Tocantins.

Projeto “Atendimento Nota 10” consiste como objetivo proporcionar ao cidadão um atendimento com excelência, além de orientar os usuários a ter um relacionamento adequado como os servidores do Poder Judiciário, a otimizar o tempo e qualidade na satisfação das suas necessidades.

Ou seja, oportunizou cursos de atendimento ao público com a qualidade de excelência no serviço prestado nas 42 Comarcas do Estado do Tocantins.

Realizou-se também palestras com o tema “a Relação Interpessoal e o Atendimento ao Público com Excelência”.

Projeto Ouvidoria Judiciária Tocantinense, integrada à Conciliação e Mediação, foi proposto no sentido de fomentar a busca da resolução consensual de conflitos, assim como potencializar a desjudicialização para diminuir a taxa de congestionamento processual.

Projeto Judiciário na facilitação da Lei de Acesso à Informação – LAI, tem por finalidade a realização de atividades de fomento à cultura da transparência pública, fazendo visitas institucionais nas Comarcas do Estado do Tocantins, assim como a produção e distribuição de uma Cartilha sobre a LAI.

Importa destacar os períodos correspondentes a cada gestão da Ouvidoria Judiciária desde a sua criação até os dias atuais.
Neste Contexto, ressalta-se, todas as Gestões da Ouvidoria Judiciária, como os seus respectivos gestores, conforme descrito abaixo:

Portaria 476/2006 - Gestão 27/09/2006 à 31/01/2007
Desembargador Daniel de Oliveira Negry

Portaria 082/07 - Gestão 09/02/2007 à 31/01/2009
Desembargador Liberato Póvoa

Portaria 219/09 - Gestão 21/05/2009 à 31/01/2010
Desembargador José Neves

Portaria 171/10 - Gestão 19/05/2010 à 31/01/2011
Desembargador Antonio Félix

Portaria 132/2011 - Gestão 24/03/2011 à 31/01/2013
Desembargador Luiz Gadotti

Portaria 203/2013 - Gestão 27/02/13 à 31/01/2015
Desembargador Moura Filho

Portaria 298/205 - Gestão 04/02/2015 à 31/01/2017
Desembargadora Ângela Prudente
OBS - O segundo mandato de Gestão da Desa. Ângela Prudente, ocorreu em:
01/02/2017 à 31/01/2019.

Sessão do Pleno ATA - Gestão 01/02/2019 à 31/01/2021
Desembargador José de Moura Filho.

Sessão do Pleno ATA – Gestão 01/02/2021 à 31/01/2023
Desembargador – Hélvecio de Brito Maia Neto

  • Elogio

  • Crítica

  • Denúncia

  • Reclamação

  • Sugestão

  • Dúvida

  • SIC

  • SIC - Recurso